top of page

Bitcoin desaba 20% e mercado cripto perde US$ 180 bi em semana tensa

Atualizado: 26 de jul. de 2023

Os mercados de criptoativos chegaram ao final do último dia útil de uma das semanas mais tensas do setor de ativos digitais com perdas da ordem de US$ 180 bilhões. O bitcoin (BTC), maior e mais popular das criptomoedas, perdeu 20% de seu valor desde domingo e voltou a ser negociado na casa de US$ 16 mil, menor valor desde novembro de 2020.

No aniversário de um ano da maior cotação já atingida, de quase US$ 69 mil, o bitcoin sofreu um novo golpe com o pedido de recuperação judicial da FTX.com, até a semana passada uma das maiores e mais sólidas empresas do segmento. Nesse um ano, a moeda digital sofreu com o fim da liquidez farta e aperto monetário pelo Federal Reserve, além de sucessivos ataques de hackers, implosão do sistema Terra Luna e agora o colapso da FTX. Desde o pico, o bitcoin perdeu 74,3% de seu valor, segundo o CoinGecko.


De acordo com Michael Howell, da Cross Border Capital, que administra mais de US$ 1 bilhão em ativos de renda fixa, um elemento-chave é necessário para uma alta nos preços do Bitcoin: liquidez.


Howell disse que o valor das criptomoedas caiu recentemente porque os bancos centrais drenaram a liquidez dos mercados financeiros aumentando as taxas de juros.


O Bitcoin, por exemplo, perdeu cerca de 75% de seu valor desde sua alta histórica de US$ 67.130 em outubro de 2021. O declínio ocorre quando US$ 29 trilhões em liquidez foram retirados do sistema financeiro no mesmo período, segundo Howell.


"Eles estão completamente conectados. Temos um aperto máximo de liquidez agora, e os bancos centrais estão realmente pensando em apertar ainda mais. O que você começará a ver é mais acidentes de trânsito à medida que avançamos. tempo".


Howell acredita que as criptomoedas são “extremamente sensíveis ao dinheiro” e podem ser um dos primeiros indicadores de mudanças nas condições nos mercados financeiros.


“Se o preço do bitcoin começar a cair aqui e até conseguir subir um pouco, isso pode ser uma boa indicação de que as condições de liquidez estão melhorando”


Ele acrescentou que assim que os bancos centrais se afastarem do aperto monetário, os ativos - incluindo o bitcoin - "verão um aumento muito forte. Fica muito claro se você observar as evidências históricas".

17 visualizações0 comentário

תגובות


PUBLICIDADE

bottom of page